“BBB” Da vida real...

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011
Depois de um tempo de “férias” estou de volta!!!! Feliz 2011 para todos vocês!!!
Todo mundo conhece, já ouviu falar, ama ou odeia o BBB (Big Brother Brasil), vou falar um pouco da minha visão sobre o reality show.
Discordo quando as pessoas dizem que o programa é uma perda de tempo, são pessoas que querem se aparecer, que fazem tudo em nome do dinheiro; discordo porque quem nunca teve vontade se aparecer?  Quem nunca se mostrou para os pais, ou fez algo para chamar atenção, ou qual mulher nunca se insinuou para um homem? Todos fazemos as mesmas coisas, todos somos iguais, com os mesmos defeitos, mesmos problemas e tudo mais.
Não teria coragem de me expor em busca de dinheiro como os participantes do BBB, porém me identifico com algumas pessoas sempre e pensando bem teria algumas atitudes iguais aos dos participantes.
Acredito que não posso julgar assim, nós pobres mortais, às vezes precisamos mesmo de programas que não agreguem nada ao nosso intelecto, porque já vivemos em meio de tanto stress, corrupção, doença e tantas coisas ruins, que precisamos mesmo de uma hora em frente á televisão, no conforto do nosso lar, “perdendo tempo”, vendo coisas que não vão nos levar a nada, mas simplesmente nos tiram do mundo cruel em que vivemos.
Hoje convido você a pensar sobre isso, será que somos críticos dos realits shows em geral porque realmente não gostamos dos programas, ou gostaríamos de estar lá? Será que nunca, por nenhum momento, passou pela sua cabeça a imagem de estar naquele lugar, de estar convivendo com os participantes? Ou mais ainda, será que temos medo de enfrentar a nossa realidade de frente? Medo de se expor, como eu tenho, medo de ouvir criticas e de “não ser aceito” pela sociedade e ser eliminado por votos?
É, a cada uma cabe seu julgamento, se quiser exponha o seu aqui, caso contrario guarde para você, mas reflita sobre seus próprios medos e sentimentos.

3 comentários:

Juliana Says:
7 de fevereiro de 2011 16:23

Então...eu confesso que gosto sim de assistir bbb, talvez seja pra me distrair, ou talvez pq gosto msm, não sei. Porém acho que cabe a cada um saber o que é bom ou ruim, que é viavel ou não. Não julgue algo indefeso que fazemos ao assitir um programa. Não julgue nossa capacitada intelectual por assistir um programa que na realidade não é nada culto...rs...mais que sentimos bem ao assisti-lo...

Gostei Ju Pessoa!!!

Bjss

Katia Says:
27 de fevereiro de 2011 12:21

Eu não estou acompanhando o BBB da forma como assisti os anteriores. Gosto do programa e acho chato quando as pessoas ficam reclamando da futilidade do mesmo. Se cada um de nós pensarmos, veremos que, em algum momento do dia, fazemos coisas sem importância. Ficar 100% sendo responsáveis e preocupados ou 100% sem responsabilidade é que não dá. Acredito que o equilibrio é que dá graça a vida. A gente pode semear com muito trabalho o amanhã, mas também podemos aproveitar um pouco da sombra e da água fresca.
Eu já me peguei refletindo sobre a vida, ao assistir o programa. Já vi diálogos interessantes e acho que ele é um "laboratório" intrigante para a Psicologia (apesar de não fazer Psicologia), se observarmos a maneira como as pessoas realizam amizades, fazem alianças ou se excluem e de como o confinamento dá maior intensidade aos sentimentos dos participantes. É um jogo interessante de se perceber um grupo alienado do que está acontecendo ao seu redor (algo impossível com toda a globalização) e de ver "amigos" saindo da casa, perdendo tarefas, ganhando prêmios etc. Para nós expectadores, é quase um sentimento de Deus, onipresente (assistindo a todos os participantes) e onipotente (escolhendo as saídas dos participantes).
Bjs Ju

Rosemir Tavares Says:
12 de março de 2011 12:07

Oi!! Passei aqui p/ fazer novas amizades, estou te seguindo, espero tê-la como seguidora.Até mais.

Postar um comentário